Análise de mercado

Em 2016 preço do livro ultrapassa inflação, mas faturamento cai 9,2%

Lorem ipsum dosectetur adipisicing elit, sed do.Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur Nulla fringilla purus at leo dignissim congue. Mauris elementum accumsan leo vel tempor. Sit amet cursus nisl aliquam. Aliquam et elit eu nunc rhoncus viverra quis at felis. Sed do.Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur Nulla fringilla purus Lorem ipsum dosectetur adipisicing elit at leo dignissim congue. Mauris elementum accumsan leo vel tempor

Aliquam et elit eu nunc rhoncus viverra quis at felis et netus et malesuada fames ac turpis egestas. Aenean commodo ligula eget dolor. Aenean massa. Cum sociis natoque penatibus et magnis dis parturient montes

Foi uma história com final infeliz – e previsível. Em um ano de crise econômica e sem um fenômeno equivalente aos livros de colorir para adultos, o mercado editorial brasileiro fechou 2016 com uma queda de 9,2% em faturamento (considerando a inflação). Foram R$ 1,62 bilhão em 2015 e R$ 1,57 bilhão no ano passado.

 

2016 foi cheio de “spoilers”, com repetidos resultados negativos ao longo de toda a temporada. Nos últimos episódios, a black friday e o Natal apareceram para melhorar discretamente a situação, mas não a ponto de garantir saldo positivo.

Para tentar reagir ao cenário desfavorável, o setor aumentou o preço médio do livro: de R$ 36,59 em 2015 para R$ 39,77 em 2016 – um acréscimo de 8,69% (acima da inflação no período, que foi de 6,29%). Além disso, o número de exemplares vendidos diminuiu 10,84%: de 44,2 milhões de obras em 2015 contra 39,4 milhões em 2016.

Divulgado mês a mês e agora com o balanço do ano inteiro, os dados são obtidos pelo Sindicato Nacional dos Editores de Livros (Snel) e pela Nielsen.

Em nota, o presidente do Snel, Marcos da Veiga Pereira, antecipou a previsão para este ano: “Nossa esperança é que em 2017 o número de exemplares vendidos permaneça minimamente estável dentro de um cenário ainda difícil da economia brasileira”.

Em agosto de 2016, a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, o Snel e a CBL divulgaram o dossiê “10 anos de Produção e Vendas do Setor Editorial Brasileiro”. Ele constatou que o mercado editorial brasileiro teve uma queda de 12,5% ao longo da última década, considerando a inflação do período.

Em 2006, o faturamento do setor foi de R$ 5,98 bilhões (em valores corrigidos). Em 2015, foi de R$ 5,23 bilhões.

Com apoio de G1 e Snel

Comentários

comentários

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidos

No FAZMELER, você encontrará informações sobre o mundo dos livros, nacionais e internacionais, premiações e concursos, adaptações literárias, tendências, discussão e opinião.

Somos uma equipe apaixonada por livros que decidiu reunir conteúdo literário em um só lugar

Subscribe

Estamos no facebook

Copyright © 2017 FAZMELER. Reproduza citando a fonte. Alguns direitos reservados.

To Top
Download Premium Magento Themes Free | download premium wordpress themes free | giay nam dep | giay luoi nam | giay nam cong so | giay cao got nu | giay the thao nu

Quer receber nossa newsletter?

Prometemos não lotar sua inbox.

 

Relaxe! O conteúdo é breve e selecionado a dedo ;)

Facebook

Twitter

VALEU!

LEIA À VONTADE

Quer receber nossa newsletter?

Prometemos não lotar sua inbox.

 

Relaxe! O conteúdo é breve e selecionado a dedo ;)

Facebook

Twitter

VALEU!

LEIA À VONTADE